27 de Dezembro de 2007

É verdade que, tendo em conta o título deste texto, me podem acusar de publicidade enganosa. No entanto, verão que tal tem a sua justificação. “Muitos parabéns! Acabou de ser a quinquagésima terceira pessoa a considerar o nosso país como o maior do mundo. Tal facto é digno de uma entrada directa no livro do Guinness”. Foram estas as palavras que me ecoaram no cérebro em meados do mês passado. Estava eu colado ao computador e com a televisão ligada, quando me deparo com mais uma notícia de qualidade e valor noticioso inegáveis – “Portugal tem o maior assador de castanhas do mundo”. Como não poderia deixar de ser, prosperou em mim um sentimento de patriotismo e orgulho que nunca antes havia sentido. O meu corpo sorriu e senti-me pertencente ao povo mais culto e inteligente do planeta. Afinal, construímos o “maior assador de castanhas do mundo que pesa, nada mais, nada menos, que 650 kg!!!”.

Mas o nosso peso na inteligência guinnessiana não fica por aqui. O mesmo povo que deu “novos mundos ao mundo”, que partiu em busca do desconhecido, que atravessou mares e oceanos, desertos e fronteiras, que lutou bravamente contra o Adamastor, que defendeu até à morte as cinco chagas de Cristo que trazia ao peito, volta hoje a ser um dos mais fortes e temidos países do mundo!

Súbditos, ajoelhem-se perante a nossa grandiosidade messiânica! Nós detemos em nosso poder a mesa mais comprida do mundo! É verdade, mais de 15 mil pessoas na Ponte Vasco da Gama, a maior da Europa, sentaram-se a uma mesa de 5.050 metros de comprimento para saborear uma magnífica feijoada – também ela a maior do mundo. Diz-se que nesse dia – 22 de Março de 1998 – apesar de a ponte estar fechada ao trânsito, foram atingidas elevadas velocidades e variados rebentamentos.

Como nós não gostamos de ficar atrás de ninguém, sete meses depois, nos dias 22, 23 e 24 de Outubro, uma indivíduo pôs mãos à obra e preparou a maior refeição do mundo sem ajuda! Que grande feito! Foram 50 horas e 30 minutos de preparação de um almoço para 1.081 pessoas. Sobrou uma dose, por isso é que aquele 1 surgiu ali no final.

Continuando na área que mais nos apraz, muito por culpa de génios da cozinha como o Chef Silva, Carlos Capote ou Filipa Vá Com Deus, de realçar que o nosso espólio conta com os maiores torresmos da Península Ibérica, o maior bolo-rei do mundo, o maior magusto do mundo e a maior sopa do mundo – um tradicional gaspacho alentejano preparado em Cercal do Alentejo. Para acompanhar, nada melhor que beber do maior copo de vinho do mundo. Também Viseu contribui para a nossa vitrina de recordes, tendo confeccionado o maior pão com chouriço do mundo, com 970 metros!

O tamanho do chouriço foi, neste caso, um factor de alegria para todos. No entanto, muitos não se controlam e o caso toma outros contornos. Que o diga um bode, detentor dos maiores chifres do mundo! São 1,09 metros de galhos na cabeça. Não deve ser fácil… Os outros animais emocionaram-se com a situação e convocaram manifestações, entre elas, uma largada de touros que durou 25 horas seguidas, em Samora Correia.

Como estes protestos de animais podem não parecer muito reais – mas que as há, há! e não são poucas – nada melhor do que proporcionar ao mais comum dos mortais uma viagem pelo mundo da magia. Foi isso que fez Luís de Matos, ensinando a 52 mil pessoas um método para fazer desaparecer 52.001 lenços, no dia 16 de Novembro de 2003 no Estádio do Dragão. Este honroso título tem o nome de “mais não-mágicos ensinados a fazer um truque num único local”. Que bonito! Parece uma frase do Saramago… O Estádio dos tripeiros, mais tarde, foi o local escolhido para atingir mais um estrondoso recorde e emocionante (perdoem-me as lágrimas) número de magia. Foi lançado o maior número de aviões de papel em simultâneo, no mesmo local.

Aproveitando a onda de fantasia, falemos do Benfica. Em 2006, o maior clube português foi considerado como o maior clube do mundo, após ter atingido o patamar de 160 mil sócios. Mas o desporto não se remete apenas ao futebol e, no hóquei, possuímos o jogador mais velho do mundo, com 71 anos, quase tantos quantos aqueles que separam o Benfica de um título.

Em 1999, Portugal uniu forças e construiu o maior logótipo humano do mundo (34.309 pessoas no dia 24 de Julho de 1999, no Estádio Nacional, para o logótipo da candidatura ao Euro 2004).

No entanto, quando falamos de desporto e recordes, não podemos omitir o nome de Gualdino Guerreiro. Duas vezes citado no “Guinness”, em 2002 e 2003, manteve uma bola de golfe suspensa num taco “sandwedge” durante uma hora, 19 minutos e 28 segundos em Pembrokeshire (Reino Unido) e em dois tacos, no mesmo local, durante 59 minutos e 58 segundos.

Que precisão entre bolas e tacos. Do mesmo se podem gabar os noivos que participaram na cerimónia que contou com o maior número de casamentos do mundo. As noivas, ou pelo menos uma delas, também se pode mostrar satisfeita visto que recebeu o maior bouquet de noiva do mundo. Eram rosas, senhor. O maior ramo de rosas com 518 flores, com 28,4 kg, obra de um florista português, pois claro! Resta saber quem entregou este ramo e a quem. Suspeita-se de alguém que tenha assistido ao maior desfile de biquini do mundo, na Figueira da Foz. Mais de 2.000 mulheres em biquini, no ano de 2004, é de colocar os olhos em bico.

Em bico ficou o maior canivete do mundo, obra portuguesa. Não se sabe se ajudou a construir a maior guitarra acústica do mundo ou a maior manta de retalhos do mundo, também obras genuinamente nacionais.

Contudo, podemos sempre guardar a maior colecção de souvenirs reais relacionados com a princesa Diana de Gales, propriedade de um português.

Também lá fora damos cartas. Que o diga José Melo, empresário que possui o mais alto monumento autóctone canadiano do mundo, o “Inukshuk”.

Por falar em estrangeiro e em aborígenes, não posso deixar de referir a ilha da Madeira, actualmente (e até que a morte os separe) governada por Alberto João Jardim. Foi lá, na passagem de ano de 2006 para 2007, que se realizou o maior espectáculo do mundo de fogo de artifício.

Em época natalícia, não podemos ficar para trás no que respeita a: (três opções) 1- ajuda aos mais desfavorecidos; 2- criação de boas condições de saúde; 3- bater recordes do Guinness. A resposta é… a terceira!!! Não só somos proprietários da maior árvore de Natal do mundo, como também temos em nosso poder (ah ah ah, sorriso maléfico!!!) a maior árvore artificial da Europa. Construímos um Pai Natal de 14 metros em Torres Vedras, levámos 14.100 pessoas a participar num desfile de Pais-Natal no Porto, e ainda enviámos 350 mil cartas para o Pai Natal na Lapónia!

Como a Lapónia fica tão longe quanto o nosso sublime passado, poucas hipóteses temos de receber alguma prenda. No entanto, e recordando alguns recordes históricos, podemos orgulhar-nos de fazermos parte do tratado mais antigo do mundo, o Tratado da Aliança Luso-Britânica, assinado em Londres a 16 de Junho de 1373 e ainda em vigor. D. Afonso Henriques é detentor do reinado mais longo da Europa e o príncipe da Coroa Luis Filipe (D. Luís II), dono do reinado mais curto, que durou apenas 20 minutos, em 1908.

Todos estes grandiosos feitos – e muitos outros que não consegui nomear – têm realçado, ao longo dos anos, as melhores qualidades do povo português. Bolos, castanhas, aviões de papel, árvores de Natal... Tudo isto dava um filme. Até podia ser realizado pelo Manoel de Oliveira, o realizador mais velho do mundo no activo, com 99 anos.

Gostaria de terminar este artigo de opinião com uma notícia de última hora! Preparem os confetti, segurem nas garrafas de Champanhe, rufem os tambores… Esta é “A Crónica Mais Longa Sobre Recordes Portugueses no Livro do Guinness”. Os meus sinceros parabéns a mim!

André Pereira
publicado por André Pereira às 10:26 link do post
Isto é que é serviço! Trabalho.
Serviço Público também.
Bati o record hoje, consegui ler tudo de uma só vez. Sabes porquê?
Anónimo a 27 de Dezembro de 2007 às 11:24
Muito obrigado pelo comentário!

Já agora, gostaria de saber a resposta à sua pergunta.
André Pereira a 27 de Dezembro de 2007 às 12:01
Sou funcionária pública. Durante o dia não posso consultar Blogues, mas como é Natal, Ano Novo!....
Beijinhos.mm.
Anónimo a 27 de Dezembro de 2007 às 12:28
De facto somos o "maior" país do mundo.
Mas com cronistas assim, seremos o melhor.
Parabéns e continua a dar largas à tua criatividade.
Anónimo a 28 de Dezembro de 2007 às 09:52
Obrigado pelo comentário e pelo exagerado elogio!
André Pereira a 28 de Dezembro de 2007 às 10:45
Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
14
15
18
19
24
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados
19 comentários
15 comentários
14 comentários
12 comentários
11 comentários
10 comentários
9 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Sport TV, de que greve está a falar? Da de 1886?.....
Vi na televisão que a greve geral registou grande ...
esta foto realmente incrível!
llolol bela ideia... ou não :)
seu blog é muito bom! Eu não leio Português bem, m...
esta foto é realmente impressionante, mas também r...
esta imagem realmente impressionante, incrível! o ...
começo a acreditar que o mundo vai mesmo acabar em...
viva o benfica a 100%
Olha agora é que foi tudo dito. Gostei do post e d...
blogs SAPO